top of page
  • Foto do escritorQuase Cinema

Seguindo nossa jornada!

Cavocando nossas histórias, fomos trás de nossos antepassados, descobri que minha bisavó paterna era provavelmente uma afro-indígena, aquele que na escola aprendemos pelo nome de cafuzo. Fizemos nossos exames de DNA, pra saber a gama da nossa miscigenação e de onde vieram nossos negros, pois esses registros foram paulatinamente apagados da história e da nossa memória. Triste história de travessia que mudou até rota de tubarões de uma costa (africana) a outra (americana).

Perceber esse projeto político de apagamento é muito doloroso. Qual o lugar do negro na atualidade, o que pensam os povos africanos hoje, e os descendentes diaspóricos? Questões que ficam borbulhando... e que ressoa não só em nós mas em muitos artistas e personalidades que de alguma forma tangem (ou focam) este tema em seus trabalhos artísticos e/ou filosóficos.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page